sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O Paradoxo do nosso Tempo

O Paradoxo do Nosso Tempo

Por George Carlin.

Nós gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e oramos raramente.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos.

Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados. Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas "mágicas".

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre.

Lembre-se dar um abraço carinhoso num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer "eu te amo" à sua(eu) companheira (o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, se ame... se ame muito.

Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro.

O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas AMAR tudo que você tem!

Por isso, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado sempre, cada um de nós está exatamente onde devia estar...

6 comentários:

Sinto que sei que sou: disse...

Obrigada pelo apoio

È verdade muitas vezes somos crentes so no falar, no agir somos iguais aos demais, somos mediocres
Que Deus nos ajude a mudar esse quadro

Bjus
:)

Celia Rodrigues disse...

Modernidade! Globalização! Sucesso! A conquista do mundo exige que sejamos assim: egoístas, fúteis e artificiais. Palmas para quem consegue nadar contra a correnteza.
Tenha um ótimo fim de semana!

Barbara disse...

"Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro"...
carahcaaaaaaaaaaaa..
concerteza..... hahahaahhahaha!!!!

Muito bom esse paradoxo, eu jah tinha lido ele jah!!!!
Confrontex com Amor... =]

vlw maninho!
ainda não te mandei o e-mail, mas vou mandar.. hehehehe..

paz

Bruno Oliveira / Paulo Fernando disse...

A Paz do Senhor!

Nossa que profundo, e uma lavada de realidade, é dificil mesmo, ah, como queriamos ser o que falamos que queremos ser, é dificil mudar, mas há tempo. Gostei muito desta postagem, parabéns.
Dá uma passada lá no meu blog. Até.

Paulo Fernando

Amigo Careta disse...

caraca... esse texto falou tudo...
sem comentários

Abraço.

Suh disse...

Esse texto é a mais pura verdade!
muito bom ler, reler e ler outras vezes, até que um dia a ficha caia ou melhor a era da ficha já passou...neh?!
rs
Deus te abençoe mais e mais!